Solicitação de Orçamento

Blog

Blog Loja Virtual E-commerce em tempos de pandemia: é o momento para investir?

E-commerce em tempos de pandemia: é o momento para investir?

Entenda mais sobre o cenário dos e-commerces durante a pandemia.

por Paula Campos

Logo no começo do ano, com as primeiras notícias sobre o novo coronavírus divulgadas, surgiram também muitas incertezas e dúvidas em relação ao momento para a economia.

Nesse cenário, muitos empreendedores tiraram o pé do acelerador e começaram a tomar decisões mais cautelosas em seus investimentos.

Se por um lado, para muitos comerciantes, a pandemia veio como sinônimo de crise, para outros tornou-se um momento de arriscar e apostar ainda mais nas vendas on-line com os e-commerces e marketplaces.

Mas será que estamos no melhor momento de investir nas lojas virtuais? Confira a seguir.

Cenário atual do mercado com a pandemia

Hoje, após alguns meses de enfrentamento à pandemia, é possível perceber algumas das principais mudanças que a crise do novo coronavírus trouxe para o mercado de trabalho.

Além de reforçar a importância da inovação e da tecnologia para as empresas, outras tendências e adequações se tornaram ainda mais evidentes, tais como o investimento em vendas online, em segurança da informação, experiência do usuário, logística de entrega, além de um regime de trabalho mais flexível como o home office.

Para o período pós-pandemia, essas são as tendências que devem permanecer em alta e que devem se tornar um diferencial das empresas que desejam alavancar as vendas, melhorar a experiência do cliente e o bem-estar dos colaboradores.

Otimismo no setor do comércio online

Uma das boas notícias para o mercado é de que o comércio online está mais aquecido do que nunca.

Para seguir com o isolamento e as medidas de segurança, muitas pessoas passaram a fazer compras pela internet, sendo para muitos brasileiros a primeira experiência com o serviço de e-commerce.

Segundo dados da ABComm, desde março de 2020, surgiram mais de 80 mil novas lojas virtuais.

É um número surpreendente, assim como a quantidade de pedidos dentro do período de março e abril deste ano: mais de 25 milhões de vendas em 4 lojas virtuais. Ou seja, há muitos motivos para manter o otimismo, por ser este um novo hábito do consumidor.

Crescimento do e-commerce mesmo em tempos de crise

Mesmo diante de uma crise econômica, o crescimento do e-commerce foi surpreendente. Segundo a pesquisa da Go2Mob, 35% dos brasileiros passaram a comprar pela internet ou passaram a comprar mais com a pandemia.

Esse novo hábito de compra, resultado da necessidade do distanciamento social, foi o suficiente para representar em abril deste ano um aumento no faturamento no e-commerce de 81% a mais do que no mesmo período do ano passado.

Boas estratégias de marketing e de conteúdo atraem o público para compras

Ter um planejamento estratégico de marketing e relacionamento com o público é o diferencial para se destacar, atrair o cliente e fidelizá-lo. Separamos 3 dicas que podem acelerar o sucesso do seu e-commerce.

#1 Consiga mais alcance e leads qualificados com estratégias de SEO

O SEO é uma forte tendência para ampliar as vendas dos e-commerces, possibilitando uma maior visibilidade e alcance nos principais buscadores, como o Google.

Para a sua loja virtual chegar ao topo e estar visível entre os concorrentes, a consultoria de marketing digital para empresas é fundamental.

#2 Retenção de Clientes

Atrair um cliente é importante, mas fidelizá-lo é ainda mais. Para retenção dos clientes na venda online, tenha a garantia de uma boa experiência de compra. Isso significa apresentar um site seguro, rápido e fácil de comprar.

A logística de entrega e estratégias de brindes promocionais, como mochilas personalizadas, e cupons em próximas compras também são grandes atrativos para os consumidores.

#3 Vídeos de Produtos

Um dos pontos em que a venda pela internet pode “perder” em relação a loja física está no fato de você não visualizar o produto presencialmente.

No entanto, existem várias formas de amenizar essa barreira física, como por exemplo as descrições bem detalhadas do produto, imagens e vídeos.

Os vídeos, especialmente, são mais atrativos, pois o cliente consegue ter mais proximidade com o produto.

Para a produção desses materiais, existem diversas ferramentas disponíveis, que tornam a criação e edição dos vídeos online mais acessíveis, como a InVideo, uma solução prática para a produção de vídeos para o seu e-commerce e redes sociais.

Com recordes de vendas online durante a pandemia, não há dúvidas de que investir no e-commerce é um caminho necessário para manter o sucesso da sua empresa.

Para entrar para esse universo das vendas pela internet e satisfazer as expectativas dos seus consumidores, é importante ir além do investimento em plataformas e tecnologia.

Aposte em um bom plano estratégico de marketing e crie um canal aberto de conversa com o seu público.

Autor:

Paula Campos | Parceiro Construsite Brasil
Estudante de jornalismo, redatora freelancer e fã de SEO. Amante da comunicação e de ajudar o público a ler boas matérias
Outros posts feitos por Paula Campos

Comentários:

Orçamento por WhatsApp