Solicitação de Orçamento

Blog

Blog Curiosidades / Dicas Como pequenas empresas fazem a projeção do fluxo de caixa

Como pequenas empresas fazem a projeção do fluxo de caixa

Quem não gostaria de saber o futuro da própria empresa? Para fazer essa projeção a Construsite Brasil apresenta a você, a bola de cristal do empreendedor.

Já explicamos o que é e para que serve o Fluxo de Caixa nesse post aqui, ensinamos também como montar um Plano de Contas para descobrir onde vai parar o dinheiro da sua empresa, inclusive disponibilizamos uma [Planilha Gratuita] para você baixar agora mesmo e começar a controlar a saúde financeira da sua empresa da forma correta.

Neste post, você vai aprender a projetar o Fluxo de Caixa da sua empresa, o que vai te permitir prever o futuro dos seus saldos para balizar suas tomadas de decisão. Isso não é magnífico? Então continue com a gente!

 

DG4L121jwnY_NsZ81Gaqxg1niuwnzX7lkbku-sHD

 

Vimos que o Fluxo de Caixa é a ferramenta que acompanha as movimentações financeiras de uma empresa, identificando todas as entradas e saídas de valores bem como o saldo final do caixa.

Se você leu o artigo anterior, já sabe que o Fluxo de Caixa é construído com base nas movimentações que já aconteceram na empresa. Portanto, a Projeção do Fluxo de Caixa, tem a mesma estrutura, porém é feito com base na estimativa de entradas e saídas de dinheiro no futuro, que afetarão o caixa da empresa.

Estas estimativas consideram duas vertentes: a análise de dados de fluxo do passado e projeções de cenários futuros.
 

Orçamento x Projeção de Fluxo de Caixa

Ao contrário do que muitos empreendedores pensam, Orçamento Empresarial e Projeção de Fluxo de Caixa não são a mesma coisa, inclusive um não substitui o outro e sim, se complementam.

Como parte do planejamento financeiro de uma empresa, no Orçamento Empresarial estima-se às receitas, custos, despesas e investimentos que a empresa terá em um período futuro, geralmente 1 ano. O principal objetivo é estabelecer metas e objetivos, podendo assim acompanhar e comparar os resultados, tomando ações corretivas ou preventivas caso necessário.

É no Orçamento Empresarial que os tetos são estabelecidos, ou seja, limites para cada uma das contas de despesas contidas no plano de contas da empresa.

A Projeção do Fluxo de Caixa parte justamente das estimativas obtidas no Orçamento Empresarial. Além disto, a empresa precisa conhecer os prazos médios de pagamento e recebimento.

É sugerido lançar os pagamentos diluídos mês a mês de acordo com o prazo médio de pagamento. Por exemplo, se sua empresa compra matéria-prima e paga o fornecedor com metade no pedido e a outra metade com 30 dias, você vai lançar 50% no mês da compra e 50% para 30 dias.

O prazo médios de recebimento é similar, corresponde ao tempo entre a venda e o efetivo recebimento do dinheiro. Por exemplo, se a empresa vende parcelado em 4 vezes sem entrada, fará os lançamentos da seguinte forma: 25% para 30 dias, 25% para 60 dias, 25% para 90 dias e 25% para 120 dias. Fácil não é mesmo?

Agora aplique os percentuais correspondentes - de acordo com os devidos prazos - de pagamento e recebimento da sua empresa nas informações obtidas no Orçamento Empresarial e sua empresa já terá o Fluxo de Caixa Projetado.


 

Projeção de Fluxo de Caixa: A bola de cristal do bom gestor

Projetar o seu Fluxo de Caixa é basicamente saber se a sua empresa estará ou não de portas abertas ao final de um determinado período de tempo. O que pode ser mais importante do que saber isso?

O Fluxo de Caixa, além de auxiliar no controle da saúde financeira da sua empresa, é uma importante ferramenta para a tomada de decisões. O correto controle de Fluxo de Caixa, aliado à Projeção do Fluxo de Caixa mostra de forma direta e objetiva se a empresa terá dinheiro em caixa para saldar seus compromissos financeiros em um determinado período futuro.

Se em uma ponta temos o DRE (Demonstrativo de Resultados do Exercício) que mostra se a empresa operou - no passado - de forma lucrativa, a Projeção de Fluxo de Caixa vai mostrar se a empresa vai ter dinheiro disponível em caixa quando precisar dele ou se precisará recorrer à terceiros, como empréstimos e financiamentos para honrar seus compromissos.

Sabendo projetar receitas, custos, despesas e investimentos, o bom gestor consegue tomar decisões importantes em relação ao crescimento da empresa, tais como: investimentos, financiamentos de bens, quitação de dívidas, compra de estoque e contratação de mão de obra. Uma fábrica por exemplo, pode planejar a aquisição de uma nova máquina, sabendo antecipadamente se a produção gerada será suficiente para pagar o financiamento do novo bem e ainda projetar lucro.

Acabamos de ensinar a você como se faz a Projeção do Fluxo de Caixa, da sua empresa. Temos ainda um outro material rico: uma Planilha Pronta, Gratuita para você baixar e acompanhar a saúde financeira da sua empresa.

Ficou com dúvidas sobre como realizar as etapas acima ou desejar saber ainda mais sobre dicas para que o seu negócio cresça? Acompanhe nosso Blog.

 

Comentários:

comments powered by Disqus
Orçamento por WhatsApp