Dicas

Quanto custa fazer um site?

Entenda o que influencia nos custos para a criação de site.

A primeira coisa a fazer para compreender um orçamento de criação de site é analisar qual o objetivo principal para o seu site novo: será apenas para a divulgação da sua empresa ou você precisa de algo mais complexo, para interagir com seus clientes por meio de login e senha? É claro que essa foi uma pergunta mais simples afinal, um site compreende muito mais coisas das quais você pode se inteirar clicando aqui. Nesse link você pode diagnosticar tudo o que precisa para criar o seu site! Lembrando que, quanto mais coisas você acrescenta (como número de páginas, funcionalidades e outros), mais caro pode ficar o seu projeto. Vamos ver?

photo-1461773518188-b3e86f98242f(1).jpg

Quais os principais fatores que influenciam o custo do site?

Quero criar um site, quanto custa? A resposta sempre será: depende. Não existe um preço certo para os sites, como existem para produtos que você escolhe nas prateleiras das lojas. Por isso os orçamentos de criação de site são necessários: existe uma análise, mesmo que breve, do que o site precisa e, quanto mais funcionalidades ele tiver, mais alto pode ser o seu custo. Mas o que é analisado para definir esses custos da criação do site? Existem dois principais fatores:

  1. O tempo gasto para criar e testar o site;
  2. A empresa da qual você está contratando os serviços.

Como o site na verdade é um serviço, o valor final vai depender da quantidade de horas gastas para criá-lo. Isto é diretamente influenciado pelo número de funcionalidades e links que ele terá, pois quanto mais coisas acrescidas a ele, mais horas serão gastas para a criação do site. Além disso, o design do site também pode ser um dos fatores encarecedores: quanto mais exclusivo e cheio de funções, maior pode ser o orçamento.

O segundo ponto do qual falamos é com quem você irá fazer esse site. Cada empresa ou profissional estabelece quanto vale a sua hora de serviço, o que significa que você pode encontrar sites mais simples de R$500,00 à R$2.000,00, ambos com a mesma qualidade ou não, e outros mais completos que passam dos R$5.000,00 ou R$20.000,00, chegando até mesmo a seis dígitos.

Mas, novamente, vai depender muito mais da complexidade de cada projeto, portanto, avalie bem quais as suas necessidades e desejos, para ter o orçamento de acordo com o produto que você deseja receber. Além disso, avalie também se no conjunto da obra haverá manutenções, se você terá total suporte para entender o funcionamento de todas as ferramentas, pois, querendo ou não, o atendimento personalizado após a criação do seu site vai contar muito! Lembre-se: muitas vezes o barato pode sair caro, procure pela empresa ou profissional, onde terá o melhor custo benefício!

Quais tipos de site são mais caros?

Projetos mais simples tendem a ser menos custosos. Projetos maiores tendem a ser mais caros ou muito mais caros, depende. Mas até os sites mais simples, possuem variações de preços maiores. Entenda o porquê, aqui:

Existem três objetivos para sites:

  1. Divulgação na internet (sites institucionais)
  2. Interação exclusiva entre vários usuários (clientes, fornecedores, etc)
  3. Venda de produtos na internet (comércio eletrônico)

Um site pode conter tanto um desses objetivos, como todos eles juntos e é isso que varia no orçamento de um site. Quanto menos integrações são feitas, mais barato fica! Vamos lá?

  • Sites para divulgação da empresa (sites institucionais)

Menos complexos: São sites que geralmente possuem três informações básicas:

1 - Quem é a empresa;

2 - o que ela faz ou vende; e

3 - como entrar em contato.

Nesse caso, o que pode interferir no valor final é a quantidade de funcionalidades e links: se você precisa de mais links além do básico, o seu site pode ficar mais caro. Na maioria das vezes, sete links já são suficientes para esse objetivo, por isso, acrescentando mais deles, pode resultar em aumento no orçamento.

image(14).png

Normalmente, enquadram-se nos links básicos: Quem somos; Produtos; Serviços; Fotos ou Vídeos; Notícias ou Blog; Localização (Mapa); Contato; Trabalhe conosco; Cadastro de newsletter; Etc.

  • Sites Personalizados e Lojas Virtuais

Sites mais complexos: Além do objetivo de divulgar a empresa, precisam também de área restrita para comunicação exclusiva entre a empresa e os clientes. Normalmente isso pode incluir: muitas pessoas com acesso exclusivo por meio de login e senha, permissões diferentes para diferentes usuários, espaço para troca de mensagens e downloads de arquivos, etc.

02(1).jpg

Obs.: Todo site gerenciável, ou seja, que pode ser alterado seu conteúdo, vem com algum tipo de sistema por trás, do qual chamamos de CMS (Content Management System ou Sistema de Gerenciamento de Conteúdo). Para sites mais simples, esse sistema é básico e conta com relatórios de acesso e a possibilidade de alterar todo o conteúdo do site, por exemplo.

Lojas virtuais: As chamadas Lojas Virtuais ou e-commerce são sites que precisam de áreas exclusivas para cada cliente, além de um administrador para contabilizar e gerenciar os estoques, vendas, entregas, gerar boletos, etc. É um sistema de vendas online, que demanda mais tempo para criar e testar, do que os sites feitos para divulgar as empresas. Normalmente incluem apenas essas funcionalidades, mas tudo vai depender da necessidade de cada empresa.

image(3).png

 

Você tem dúvidas sobre qual tipo de site vai te atender melhor? Faça contato conosco! Temos consultores prontos para entender a sua necessidade e indicar qual o melhor produto para você. Aproveite este atendimento é gratuito!

 

  • Sistemas Personalizados

Quando falamos de sistemas, os preços variam muito de empresa para empresa. Podem ser feitos sistemas para gerenciamento do negócio; intranets, para a comunicação interna entre setores da empresa; e outros.

Há ainda os sistemas que acompanham os grandes sites de interações de compra e venda como o Mercado Livre e olx, onde o vendedor pode ser comprador e vice versa. Aqui existem várias integrações com empresas como os correios, operadoras de cartão de crédito e outras.

Sites gigantes de compras, como Netshoes e Lojas Americanas, também precisam de um sistema muito grande para gerenciar todos os produtos, fretes, entregas e estoque.

E ainda temos os sites parecidos ou iguais aos grandes portais da internet, como Globo.com, onde existem muitas informações, muitas páginas e é tudo muito dinâmico.

Esses tipos de sistema conseguem ser ainda mais complexos, necessitando de muito tempo para serem criados e testados.

Em média, quanto custa um site?

Você vai ver, mais abaixo, a tabela com preço médio para criação de sites praticados no mercado atualmente. Não necessariamente as empresas terão esses valores como base, por isso, desconfie de preços muito baixos! Se o site é muito complexo para ser feito, você pode ter problemas com prazos e entregas, principalmente quando tratados com freelancers, que normalmente possuem o custo mais baixo, mas a definição de prazos é muito mais instável.

Empresas maiores, que possuem mais pessoas envolvidas nos projetos e conseguem dar suporte melhor e mais completo, podem cobrar mais caro do que os freelances, que trabalham sozinhos, por exemplo. O preço pode variar muito, mas o resultado final também.

Produto

Valor médio

Características

Exemplos

Site com layout pronto

Entre R$ 500 e R$ 1.000

Normalmente compra-se um layout pronto e nele fazem pequenas alterações como os links, as cores e a logomarca da empresa. Como são alterações básicas, o cliente pode ficar restrito ao número de aprovações.

Sites gerenciáveis (CMS) para divulgação de empresas.

 

Site personalizado

Entre R$ 1.500 e R$ 3.000

Layouts exclusivos, feitos de acordo com as necessidades e desejos de cada um. Depende da aprovação final do cliente, mas pode ter número máximo de provas.

Sites gerenciáveis (CMS) exclusivos.

Lojas virtuais básicas.

Site personalizado com funcionalidades personalizadas

Entre R$ 3.000 e R$ 20.000

São sites exclusivos com o sistema de gestão personalizado. Vai variar de acordo com a necessidade funcional de cada empresa. Quanto mais funções, mais caro.

Sites gerenciáveis (CMS) exclusivos.

Lojas virtuais mais completas.

Intranet.

Gerenciamento de empresas.

 

Sistemas web

Entre R$ 10.000 e R$ 200.000

Sistemas mais complexos, como o caso de grandes sites na internet: mercado livre, netshoes, americanas, olx, globo.com, etc

Grandes portais da internet.

Grandes lojas virtuais.

Intranet complexa.

Gerenciamento de empresas grandes.

 

Quer receber um orçamento agora mesmo? Clique aqui

Quero criar um site bonito

Falamos muito das necessidades básicas de cada empresa, das quais influenciam o orçamento do site, mas outro ponto que também pode influenciar no valor final, mas não necessariamente está ligado às funcionalidades, é o design do seu site.

Lembre-se sempre: ele pode ser bonito e ter qualidade, mas pode não atender a sua empresa 100%. Além da estética, sempre analise as funcionalidades e se a navegação que o usuário terá, será boa.

Normalmente, sites mais personalizados, a total gosto do cliente, são mais caros, pois quanto maior o número de provas de layout, mais tempo leva para ser feito.

 

Dicas finais:

É importante avaliar o portfolio das empresas, o suporte oferecido e as atualizações – para que seu site fique sempre bem visto nos aparelhos móveis, por exemplo. Veja também os comentários que os clientes fazem desses profissionais, não apenas no site, mas nas redes sociais que elas estão e etc.

Os anos de experiência também contam muito! Ao contratar uma empresa que já possui mais de 10 anos de mercado, os riscos são infinitamente menores, pois a estabilidade é mais garantida. Empresas com pouco tempo de mercado, ou freelancers, correm mais riscos de pararem seu projeto, pois a probabilidade dessas empresas fecharem as portas, ou dos freelancers arrumarem outras atividades, como um novo emprego ou uma viagem, são grandes. Procure saber: muitas pessoas que fazem sites com freelancers, frequentemente tem problemas com prazos e projetos parados ou abandonados.

 

Além do site, o que mais levar em conta?

Se você criou o site e acha que acabou, se engana. Isso não é o fim do seu relacionamento com a empresa, pois o bom funcionamento do site depende muitas coisas, como:

- Hospedagem de qualidade

- Manutenção e atualizações no servidor

- Atualizações constantes nos sites responsivos

- Prevenção contra ataques

- Suporte telefônico.

Talvez esse último seja o mais importante, por isso, verifique se você terá o suporte necessário para qualquer tipo de problema ou dúvida. Considere comentários e indicações de clientes, pois saberá como será o seu suporte quando estiver com o site na mão.

Nota: Empresas de hospedagem muito grandes possuem Call Center para atender os clientes. E o que vem junto no pacote? Aquelas musiquinhas de espera; disque 1, disque 2, disque 3; e cada hora você irá falar com uma pessoa diferente – bem parecido com suporte de operadora de telefonia. E claro, a maioria dos Freelancers geralmente não dão suporte adequado após a entrega do site, pois eles são um só para atender vários clientes.

 

Como saber se o preço do site está alto?

Quanto mais detalhes você fornecer, melhor será o seu orçamento. Se você não sabe de tudo o que precisa ainda, pergunte! Com orçamento em mãos, verifique se todos os pontos que importam para você estão de acordo, o prazo para entrega, o número de vezes que você pode aprovar o layout do site, o custo da hospedagem junto com os benefícios de ter um suporte bem feito.

photo-1454165804606-c3d57bc86b40.jpg

 

O barato pode sair caro: talvez você opte por comprar um site mais barato e simples, mas percebe que não o atende de maneira favorável. Infelizmente o custo para alterar o site depois de pronto é maior.

Mas o mais caro, também pode não ser o melhor: colocar funcionalidades das quais sua empresa não precisa, trabalhar demais em pontos estéticos e de menos nos pontos funcionais, etc. Tente manter o equilíbrio para oferecer a melhor experiência para os seus clientes como usuários e para a sua empresa.

 

Por fim, desconfie:

Sites muito baratos podem ser bonitos e até atender as necessidades da sua empresa, mas podem não ser muito bem feitos, seguindo a lógica da programação – as coisas mais técnicas de um site. Isso pode influenciar a navegação do usuário negativamente e além de não atender aos critérios do Google para o posicionamento orgânico, você pode não ter o suporte adequado e segurança contra invasões.

Dúvidas? Confira quais as funcionalidades que você precisa, clicando aqui, e desenvolva o seu escopo para orçamento. Pronto para criar o seu site? Solicite aqui o seu orçamento. teeth_smile.png

comments powered by Disqus
Newsletter