Solicitação de Orçamento

O melhor blog sobre sites e lojas virtuais

Blog Loja Virtual Venda de eletrônicos: como fazer uma página de sucesso na internet para vender eletrônicos

Venda de eletrônicos: como fazer uma página de sucesso na internet para vender eletrônicos

O segmento de eletrônicos é simplesmente gigantesco, por isso, muitas pessoas estão intentando fazer página na internet. Confira!

por Time Construsite

O segmento de eletrônicos é simplesmente gigantesco, por isso, muitas pessoas estão intentando fazer página na internet para vender smartphones, tablets e vários outros tipos de artigos tecnológicos.

Mas, como fazer página na internet para vender eletrônicos?

Essa com certeza é uma dúvida pertinente nas mentes de empreendedores que planejam começar no ramo.

E a preocupação não é sem motivo, uma vez que para ter sucesso em um negócio online, se faz necessário um grande planejamento e uma disciplina rígida no seguimento das regras do setor.

Contudo, se você é um desses visionários que almejam ter um negócio online de sucesso, chegou ao lugar certo, pois nesse artigo nós mostraremos como fazer uma página de venda de eletrônicos e “bombar” na internet.

Continue lendo!

Antes de tudo, a burocracia

Antes de iniciar o seu negócio na internet, você deve se preocupar com a parte mais “chata” relacionada a empreendimentos: a burocracia.

Mas, apesar de a burocracia ser extensa e maçante, sobretudo no Brasil, ela é indispensável, pois nenhum negócio de sucesso se sustenta na ilegalidade.

Por isso, veja abaixo os principais pontos burocráticos que você terá que lidar antes de abrir a sua loja online para vender eletrônicos.

Dê um nome à sua nova empresa

A escolha de um nome para o novo negócio vai além da inspiração pessoal do criador, apenas.

Toda empresa precisa de um Nome Comercial, que vai ser exposto no CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica), e um Nome Fantasia, que é, na maioria das vezes, o nome pensado para a marca do negócio.

As nomenclaturas devem passar pelo escrutínio da Junta Comercial da cidade sede da empresa, para que a viabilidade do registro do nome seja aferida. Se outra empresa já estiver registrada no mesmo Nome Comercial ou Nome Fantasia, novas identificações jurídicas devem ser escolhidas.

Regularização da “papelada”

Veja abaixo uma lista descritiva sobre os principais “papéis” que você precisará providenciar quando abrir a sua página de vendas no Google:

  • Contrato social;
  • Registro na Junta Comercial;
  • Criação de um CNPJ (registro contábil da empresa);
  • Alvará de funcionamento (deve ser adquirido com a Prefeitura da sua cidade);
  • Inscrição Estadual;
  • Registro na Previdência Social (adquirido no INSS);
  • Autorização para emissão de Notas Fiscais (adquirida junto à SEFAZ do seu estado).

Se você tiver dúvidas ou dificuldades em conseguir acessar essas documentações, não hesite em procurar ajuda profissional.

Contrate um bom contador

Para cuidar de toda a parte burocrática da abertura de manutenção de uma empresa, é indispensável a contratação de um contador da sua confiança. Se não conhecer nenhum, procure com alguém próximo referências sobre um contador competente.

As demandas fiscais de uma empresa são amplas e sérias. Por isso, não é recomendado agir na ilegalidade e negligenciar o necessário trabalho de profissionais de contabilidade.

Escolha um local para o funcionamento do estabelecimento

Se engana quem pensa que donos de e-commerces não precisam se preocupar com um endereço físico.

No caso de lojas de eletrônicos, o empresário precisará de um endereço físico, para comportar Sede Administrativa e estoque, ou de apenas um endereço fiscal.

O endereço do imóvel vai constar no cadastro do CNPJ e, a depender da legislação estadual e/ou municipal, vistorias podem ser feitas no local para ser conferido se o ambiente obedece aos requisitos necessários para acomodar a sede de uma empresa do tipo e-commerce.

Geralmente o órgão responsável por fazer as vistorias é a Prefeitura Municipal que também é a emissora do alvará de funcionamento do local, mas apenas em caso de necessidade de endereço físico comum.

O empreendedor precisa conferir junto aos órgãos competentes da sua cidade que tipos de adequações precisará fazer. Se for necessário apenas o endereço fiscal, em muitas cidades existem empresas que alugam espaços para esse fim, prestando serviços de portaria e correio.

Escolha uma forma de abordar as vendas e conheça o seu público-alvo

Depois que a sua loja virtual estiver totalmente regularizada, chegou a hora de montar estratégias de afirmação no mercado e fazer sua página na internet.

Dentre as principais coisas que você terá de pensar, está a forma de vender os seus produtos, e a maneira de entender o que pensa o seu público-alvo.

Vale destacar que, apesar de o comércio de produtos eletrônicos hoje atingir cada vez mais pessoas e de todas as idades, o apelo desse setor ainda é majoritário entre os jovens, sobretudo na faixa etária de 15 a 30 anos, aficionados em novidades tecnológicas.

Dito isto, decida, por exemplo, a variedade de produtos que serão vendidos no seu e-commerce, as marcas destaque e outros pontos.

Nesse sentido, analise as pessoas que podem se interessar pelas mercadorias e, com a ajuda de um estrategista, tente entender como pensa e age esse tipo de consumidor em específico. A partir disso você conseguirá montar estratégias de venda mais eficientes.

Crie uma empresa com diferenciais

Vender eletrônicos online e fazer páginas na internet para expor seus produtos é uma ótima opção para quem deseja ter um negócio próprio. Contudo, este ramo possui peculiaridades que precisam ser entendidas por aqueles que querem adentrá-lo.

O consumidor de novidades tecnológicas tem demandas próprias, e quem não estiver preparado para supri-las, pode ficar para trás em comparação com os concorrentes.

Veja abaixo quatro dicas que podem destacar a sua loja, caso você queira criar página web para vender eletrônicos.

Tenha bons preços

Encontre o meio-termo entre uma lucratividade sólida e o entendimento das necessidades monetárias, por assim dizer, do cliente.

Não adianta arrogar-se de ter os melhores produtos e condições de pagamento, por exemplo, se os seus preços não são competitivos.

Tenha em mente que antes de fechar a compra na sua loja, o cliente irá realizar uma pesquisa comparando os seus preços e os preços dos seus concorrentes.

Atente-se a isto!

Ofereça uma variedade de formas de pagamento

Nem todas as pessoas gostam de comprar no cartão de crédito, por outro lado, outras têm receio em comprar por boleto e assim sucessivamente.

Por isso, é imprescindível que você disponibilize diversas formas de pagamento diferentes em seu site, a fim de capturar todos os gostos nesse sentido.

Veja as principais formas de pagamento existentes no mercado online hoje em dia:

  • Cartão de crédito (todas as bandeiras);
  • Boleto bancário (à vista e parcelado);
  • Transferência convencional;
  • PIX;
  • Carteiras online (Picpay, Paypal, PagSeguro, MercadoPago e outras);
  • Crediário próprio;
  • Dentre outras.

Se possível, ofereça frete grátis

Oferecer frete grátis é uma tática muito usada por lojas online de uma forma geral, e as lojas de eletrônicos ganham destaque nesse quesito. E, diga-se de passagem, essa estratégia funciona muito bem para atrair clientela.

Entretanto, para que funcione na sua loja virtual de eletrônicos, você precisa avaliar qual o impacto de oferecer o frete grátis para os seus clientes, pois alguém terá que pagar pelo frete.

Para resolver essa questão, uma dica é colocar algumas condições para que o frete grátis seja acionado, como fazem os grandes e-commerces. Algumas dessas condições podem ser as seguintes:

  • Alcance de um valor mínimo de compras;
  • Programa de fidelidade com número mínimo de compras realizadas no site e acúmulo de pontuação;
  • Frete definido por região do país onde o produto será entregue;
  • Dentre outras.

Faça um pós-venda eficiente

Não abandone o cliente quando ele finalizar a compra no seu site, pois ele pode nunca mais voltar. E, claro, você não quer que isso aconteça.

Fazer um pós-venda eficiente fomenta uma relação entre a empresa e o cliente, fortalecendo o vínculo e criando oportunidades para novas compras.

Não importa se a sua loja virtual de eletrônicos está no início, você precisa investir em um “departamento” de relacionamento com o cliente. Fica a dica!

Criação de uma identidade virtual

Veja abaixo os principais pontos que você deve considerar para que o seu empreendimento ganhe autoridade e visibilidade na internet, alcançando assim mais clientes!

Analise a plataforma onde vai expor a sua marca

Para fazer página na internet de uma maneira assertiva, é necessário escolher bem a plataforma onde o endereço será exposto.

Essa “base” onde a sua loja virtual ficará acomodada deve ter mecanismos e ferramentas que facilitem o trabalho de exposição das mercadorias e atendimento ao cliente de uma forma geral.

Veja abaixo alguns aspectos que uma página de vendas na internet deve ter:

  • Um bom layout;
  • Técnicas de SEO aplicadas nos textos;
  • Possibilidade de conexão com redes sociais;
  • Integração total com as formas de pagamento oferecidas;
  • Design e escrita que aumente a conversão de visitas dos internautas em vendas realizadas;
  • Segurança virtual para proteger os dados dos clientes;
  • Dentre outras.

Atente-se para a aparência e à organização da sua página

Todos hão de convir que é bastante desagradável navegar em uma página desorganizada, com botões quebrados, com servidores instáveis, fontes das letras desajustadas e cores desalinhadas.

Por isso, para reter o tráfego da sua loja virtual e transformar visitantes em clientes, você precisa investir em uma loja bonita e organizada, assim como seria necessário se o seu negócio fosse físico.

Além de uma boa aparência, veja mais dois pontos ligados ao visual da loja que você precisa considerar:

  • Escolha um layout simples, porém funcional: não vai adiantar nada investir em site moderno, “chique” e contenha todas as funcionalidades que citamos, se ele não foi simples de navegar. O cliente precisa visualizar as opções de produtos, analisá-los e comprá-los em poucas etapas. Do contrário, o consumidor pode se cansar de tanta “burocracia” e abandonar a página sem comprar nada;
  • Organize bem a vitrine de produtos: uma vitrine organizada e dividida em categorias, por exemplo, facilita a navegação dos clientes e pode ajudar a converter muito mais vendas;

Dê um rumo ao seu negócio

Para que a sua loja virtual de eletrônicos seja de fato um negócio de sucesso e tenha vida longa no mercado, você precisa dar rumos a sua nova empresa.

Cada passo precisa ter uma finalidade e cada problema que eventualmente apareça precisa ser combatido com táticas pensadas previamente.

Conheça alguns passos importantes para fomentar uma solidez empresarial no seu e-commerce.

Faça uma relação que identifique o seu negócio

Essa etapa consiste basicamente em elaborar um documento que descreve os dados da empresa, o seu ramo de atuação, finalidade e objetivos.

Pode parecer bobo, mas esse ato simples foi é repetido por grandes empreendedores que foram responsáveis pela criação de grandes marcas.

Analise o mercado que irá entrar

A chamada análise de mercado precisa ser feita constantemente por empreendedores, tenham eles negócios virtuais ou físicos.

A partir de uma boa análise de como andam as coisas em determinado nicho ou ramo, é possível desenvolver melhor as estratégias de maneira geral.

Tenha uma relação de fornecedores

Sem as mercadorias não existe loja online, não é mesmo?

Por isso, tenha uma lista com nomes e contatos de fornecedores responsáveis e profissionais. De preferência, crie uma lista ampla, pois no caso de algum fornecedor “falhar”, você pode recorrer a outro sem problema algum.

Pequenos fornecedores locais, fabricantes e empresas que praticam o chamado dropshipping são exemplos de fornecedores muito comuns para lojas online atualmente.

No caso do dropshipping, o empreendedor não precisa se preocupar com estoque próprio. Todos os pedidos que chegarem ao seu site de vendas são direcionados ao fornecedor dropshipping que envia o produto diretamente para a casa do consumidor.

Em alguns casos, as empresas de dropshipping trabalham com produtos que devem ser comprados internacionalmente por isso, é importante estar atento aos prazos.

Estude a concorrência

Se você souber o que os seus concorrentes estão pensando, através da observação das suas ações e estratégias, será mais fácil vencê-los na disputa pela atenção do cliente.

Tenha uma estratégia de marketing

Monte uma estratégia de marketing clara, pois é com ela que a imagem da sua empresa vai “rodar” a internet.

Nessa etapa, ações de propaganda serão pensadas e ferramentas de disseminação de conteúdo serão selecionadas, por exemplo.

Monte um plano logístico

Decida como vai fazer para entregar os produtos comprados na sua loja e saiba detalhadamente como os seus fornecedores entregam as suas mercadorias.

Esse passo é essencial para evitar transtornos e possíveis aborrecimentos da sua clientela.

Crie um plano estratégico e financeiro

  • Plano estratégico: é um conjunto de pautas internas que irão definir como cada ação deverá ser tomada;

  • Plano financeiro: é um dos mais importantes temas a serem pensados dentro de um negócio, pois através dele é possível entender quais são as metas financeiras, as possibilidades de investimento e a definição do funcionamento de setores como o de contas a pagar e a receber, por exemplo.

Mantenha um bom relacionamento com os seus clientes

Por fim, para você que quer fazer página na internet e vender eletrônicos nela, vale frisar que o relacionamento com o cliente é o fator que irá manter o seu negócio em pé e respirando.

Para atuar de forma mais eficaz nesse sentido, procure aprofundar os seus conhecimentos no chamado marketing de relacionamento.

O conjunto de ações e estratégias que englobam esse conceito visam, basicamente, fidelizar clientes e fomentar o chamado “boca a boca virtual”, onde pessoas satisfeitas falam de comércios eletrônicos a outras pessoas que também compram produtos naquela determinada loja.

Veja algumas ações que compõem estratégias de marketing de relacionamento:

  • Um bom atendimento online;
  • Criação de blogs e perfis em redes sociais que contenham conteúdos interessantes ligados ao ramo de eletrônicos e prendam a atenção dos possíveis clientes;
  • Criação de canais que facilitem o acesso dos clientes à empresa para tirar dúvidas, fazer reclamações e elogios;
  • Dentre outras.

Como você pôde ver ao longo do artigo, fazer página na internet para vender eletrônicos requer atenção a detalhes cruciais.

No entanto, é um possível caminho para o sucesso empresarial tão desejado por muitas pessoas não é nada “de outro mundo”, principalmente quando se tem ajuda nesse sentido.

Na Construsite Brasil existem especialistas aptos a criar a melhor loja virtual de eletrônicos que você poderia ter. Preencha o formulário abaixo e um dos nossos especialistas entrará em contato!

Receba o contato de um especialista

Autor:

Time Construsite | Marketing
Escalamos os melhores redatores, jornalistas, publicitários, designers e especialistas de mercados distintos, com a missão de criar o melhor conteúdo da internet. Dica da Equipe: Leia 3 textos diariamente para levar sua empresa ao sucesso!
Outros posts feitos por Time Construsite

Comentários: