Solicitação de Orçamento

O melhor blog sobre sites e lojas virtuais

Blog Loja Virtual Conheça as 8 tendências para montar e-commerce em 2022

Conheça as 8 tendências para montar e-commerce em 2022

Atualizações de mercado estão ativadas para 2022. Conheça as novidades do e-commerce para começar o ano com chave de ouro.

por Time Construsite

Das lojas físicas ao mundo virtual. Se há um fato no mercado atual, é que a chegada do e-commerce foi crucial para configurar uma nova etapa do comércio: as compras online.

Até o início dos anos 2000 pouco se falava do uso da internet, até porque seu uso era ainda concentrado e seu acesso demandava um gasto financeiro maior. Com a disseminação e progresso digital, o acesso se ampliou, e foi o marco para grandes transformações.

Na primeira década da geração Z, já fomos inseridos em grandes plataformas, como o Orkut e MSN, que potencializou os meios de interações virtuais, e posteriormente com uma das maiores redes criadas até hoje, o Facebook.

Passamos de contatos e interações 100% físicas para bate-papos digitais, que foram desde as ligações telefônicas até os chats do UOL, o messenger do Facebook, WhatsApp e as famosas DM (Direct Message) do Instagram.

Da mesma forma, o comércio ampliou das ruas e centros de acesso, para os caminhos digitais. Com a internet mostrando sua força e estrutura, a criação de sites e investimento no marketing digital foram o pontapé inicial para gerar o que hoje chamamos de e-commerce.

Mas muito vago seria pensar que montar um e-commerce se resume nisso. Então, vamos conhecer as novidades trazidas em 2022 para o pioneiro do mercado virtual.

E-commerce: afinal, o que é e como montar?

Traduzido como comércio eletrônico, o e-commerce nada mais é que a estruturação das vendas no mundo virtual, do mercado até então físico. Sites, redes sociais, marketplaces, lojas virtuais e sistemas de gerenciamento são alguns exemplos contidos dentro desse fenômeno.

Desde seu sucesso, mais de 70% dos consumidores mostram querer continuar comprando online, aproveitando as oportunidades fornecidas pelo usufruto da internet e suas ferramentas.

Mas como montar um e-commerce? Muitas são as etapas, mas tudo começa com planejamento.

Definir os produtos a serem trabalhados, estudar o mercado e a concorrência, entender sua persona, métodos de atração e desenvolvimento de estratégias de marketing, são alguns pontos de gerenciamento.

Após isso, buscar criadores de site, implantar métodos de divulgação e atração de leads, como subir para as primeiras páginas do Google, associar às redes sociais e promover interação multicanal são passos mais tecnológicos e que definem o e-commerce.

E como funciona?

Montar um e-commerce: como fazer compras online?

No geral, até o momento o e-commerce funcionava como um conjunto de etapas na jornada de compra, desde a busca pelo produto desejado até a finalização do pagamento.

Partindo da busca até a finalização da compra, montar um e-commerce se baseia em trazer o cliente ao mundo virtual, mostrar que tudo pode ser feito com apenas alguns cliques e sem perder a veracidade, segurança e autenticidade.

Montar um e-commerce demanda o que chamamos de investimento na presença digital, ou seja, explorar o máximo possível da experiência do usuário no espaço online, com destaques nas buscas, interação empresa-consumidor, pontos de atração, gamificação, entre outros.

Além disso, a montagem de carrinho, os meios de pagamento com o acompanhamento da compra, permitem o consumidor perceber que o e-commerce não é só mais simples, como bem dinâmico e seguro em seu funcionamento.

E quais as novidades para 2022 ao montar um e-commerce?

Se tem algo que o mercado digital busca fazer é melhorar cada dia mais a experiência dos usuários e consumidores virtuais.

Não vamos nos contentar com apenas sites bonitos no ar e páginas na internet, se dentro dessas plataformas tem muito mais magia a ser descoberta.

Então quais são os destaques que podemos observar nesse novo ano? Vamos de Top 8 tendências para montar um e-commerce bombado!

3D e a gama de experiências

Principalmente com as tendências trazidas pelo Metaverso, fenômeno que está sendo bem discutido pelos investidores online sobre a expansão do mundo digital para uma realidade aumentada, com imersão através das telas, o 3D é a chave de ligação.

O contato consumidor-produto quando se trata da experiência online ainda é bem debatida. Então proporcionar o contato um pouco mais de perto aumentando a realidade, a confiança, assertividade e diminuindo insatisfações, é uma das novidades mais comentadas.

Existem marcas já aderindo a essa novidade, como marcas de tinta, a exemplo da Coral, que permite apontar a câmera para a parede e testar de onde estiver, as palhetas de cores e como ficam.

Re-commerce

Uma espécie de reciclagem do e-commerce, o Re-commerce permite divulgar mais produtos usados e seminovos, visto a crescente taxa de busca por produtos do ramo pelos consumidores virtuais.

No intuito de desenvolver a sustentabilidade, promover ofertas e promoções, preços mais acessíveis e ampliar segmentos de negócio, a troca ou negociação de usados é o alvo da dinâmica atualmente desenvolvida.

Assim, ao montar um e-commerce, pode seguir exemplo da “Meu game usado”, e-commerce que permite compras e vendas ou trocas de jogos usados e seminovos, assim como acessórios, contando ainda com garantia.

Influencers digitais e o marketing

Publis, engajamento e divulgação. Blogueiras e famosos, destaques do Instagram, tiktokers e demais influenciadores. Se eu quero que meu produto seja conhecido, porque não divulgá-lo por quem possui muitos seguidores?

Hoje as publis estão cada vez maiores, afinal, usar um porta-voz que seja de interesse da minha persona e possa levar de forma mais descontraída e eficaz meu produto a ela, é uma divulgação e tanto.

Ao montar um e-commerce, promover engajamento, conversão e confiança através de parcerias, como a Brahma ao patrocinar lives de cantores para divulgar sua nova cerveja, é ver os números aumentando gradativamente.

Shoppable

Se tem algo que costumava ser burocrático, são as formas de pagamento. Mas isso mesmo, costumava.

Agora, ao montar um e-commerce, os comerciantes podem contar com novidades como o Pix QR Code e o WhatsApp Pay, que possibilitam pagamentos rápidos, com comprovante, além da opção de links de pagamento.

Voice commerce

Ok, Google! Essa é uma frase que ouvimos diariamente, além de praticarmos pela facilidade do uso da voz em pesquisas.

Então o foco ao montar um e-commerce em 2022 será ampliar a pesquisa por voz, como vimos no sucesso da Alexa, que possibilita mil e uma vantagens não só captando voz, mas também interagindo com o consumidor, deixando tudo mais leve e prático, principalmente nas compras.

Assim, aumenta o conhecimento da marca e abusa do chamado omnichannel, ao integrar vários canais de venda.

Velocidade de entrega

Há quem diga haver sites com entrega até no dia posterior à conclusão da compra, e não é mentira. Diante a gama de produtos vendidos na internet e a pressa do consumidor em ter acesso mais rápido, ampliar os distribuidores é uma forte tendência.

Na estratégia de fulfillment, vemos empresas como Mercado Livre usando de grandes espaços em pontos bem vistos onde todo o processo de armazenamento e distribuição de mercadorias é efetivado, isso muito mais rápido do que você imagina!

Live commerce

E se devido à pandemia o que bombaram foram as lives, explorar seu uso no mercado não seria má ideia, aliás, que excelente ideia!

Livestream, com a propagação para milhares de pessoas, com ofertas e produtos de sua marca, como fez a Americanas investindo em divulgação pelo BBB, promove muito engajamento, como aconteceu ao obter 6,8 milhões de buscas devido à exibição no programa.

Super Apps

Por fim, os Super Apps, sendo a concentração de todas as funcionalidades em um só lugar, com chats para interação, compras, quiz e jogos, delivery e muito mais!

Promovendo mais conhecimento do consumidor, através de dados controlados pelos apps, a exemplo da Ambev vimos um crescimento da busca por aplicativos, por entender melhorar seu público e como se posiciona mediante as vendas.

Expectativas de montar um e-commerce futuro

Assim, ficou fácil visualizar o avanço no comércio online num futuro próximo, ao buscar cada vez mais estratégias e aproximação com o consumidor, permitindo uma experiência até então física pela navegação através das telinhas.

Seja onde for, montar um e-commerce será mais que estruturar uma plataforma online, mas levar ao consumidor tudo o que pode ser seu com muito mais praticidade e conexão.

Não há limites quando se trata de presença digital, exploração e desenvolvimento do mercado online. Monte já seu e-commerce profissional, estruture, potencialize, faça acontecer. O seu investimento de hoje será seu sucesso garantido amanhã. Dedique-se a construir!

Autor:

Time Construsite | Marketing
Escalamos os melhores redatores, jornalistas, publicitários, designers e especialistas de mercados distintos, com a missão de criar o melhor conteúdo da internet. Dica da Equipe: Leia 3 textos diariamente para levar sua empresa ao sucesso!
Outros posts feitos por Time Construsite

Comentários: